Destaques

Voltar para destaques

Guilherme Dias, a nova cara do taekwondo brasileiro

Data da publicação 06/02/2012 - 00:00

Após a 2ª fase da seletiva nacional fechada, realizada em janeiro, em Aracaju/SE, a equipe brasileira adulta de taekwondo ganhou um novo rosto na categoria até 58kg. Com 19 anos e 1,85m, o brasiliense Guilherme Dias derrotou o experiente, e até então titular, Marcio Wenceslau nas semifinais, e superou o catarinense Arnoldo Bevenotti na disputa final para garantir seu nome entre os titulares da seleção nacional em 2012.

Dias chega à equipe principal com a responsabilidade de ocupar a vaga de um dos atletas mais renomados do país. Wenceslau foi campeão mundial militar e pan-americano em 2010, conquistou a prata no Pan do Rio em 2007, e foi vice-campeão mundial em 2005, em Madri, na Espanha. Ele também aguarda o julgamento do recurso sobre um suposto erro de arbitragem no Pré-Olímpico de Querétaro, no México, que o tirou dos Jogos de Londres. Wenceslau só seguirá na equipe brasileira se conquistar a vaga olímpica.

- A seletiva foi uma competição muito difícil, com atletas de alto nível. Eu estava bem, concentrado e focado no campeonato. Estudei bastante todos os adversários e as lutas se encaixaram bem - disse Guilherme. - Meu treinador e meu psicólogo fizeram um planejamento para que eu pudesse assistir a muitos vídeos, estudando todos os meus adversários, principalmente o Marcio - completou o atleta, que está no terceiro período do curso de Educação Física.
O novo titular da seleção começou a praticar taekwondo aos cinco anos de idade, em Brasília, junto com uma prima. Algum tempo depois passou a ter a companhia também da irmã mais nova, Barbara Dias, hoje integrante da seleção brasileira juvenil.

- Minha mãe suspeitava que eu era hiperativo, e como eu brigava muito com a minha prima, ela nos colocou no taekwondo. Segundo ela, eu precisava de disciplina. No começo eu ainda era muito novo. Só comecei a levar a sério mesmo em 2003 - afirmou Guilherme.

O caminho do atleta ainda é muito longo pela frente, mas ele já sabe onde quer chegar nos próximos quatro anos.

- O projeto sempre foi para 2016, nos Jogos do Rio. Ainda estou muito novo, e, obviamente, longe do meu auge. Tenho 19 anos e ainda muito o que aprender e melhorar. Não só em termos técnicos ou físicos, mas também em experiência  - garantiu Guilherme, fazendo questão de lembrar as pessoas que o ajudaram a chegar até a seleção. - Agradeço demais ao meu mestre, Washington Azevedo, meu psicólogo, meu preparador físico, minha nutricionista, minha família, à minha prima que ajudou com as passagens para Aracaju, à academia Runway e aos parceiros de treino. Certamente não chegaria à seleção sem a ajuda deles - finalizou Guilherme.

Agora, como titular da seleção, o atleta começa a se preparar para o Pan-Americano de taekwondo e as etapas do Circuito Europeu e a Copa do Mundo da modalidade, todos no primeiro semestre deste ano.

Voltar para destaques

Efetue o login para comentar.

Voltar para destaques

Notícias
11
Mar

Taekwondo, a luta estratégica que exige do corpo e da mente.
13:21
Em uma tradução literal, taekwondo significa "arte de lutar com os pés e ...
11
Mar

Taekwondo brasileiro busca vagas olímpicas na Costa Rica
13:10
Com geração promissora, taekwondo brasileiro busca vagas olímpicas na Costa Ri...
04
Set

ARPTKD agora no Instagram
11:54
Agora estamos no Instagram também! Siga @arptaekwondo e fique por dentro!
01
Jul

Brasil encerra o Mundial de Taekwondo sem medalhas pela 1ª vez desde 2011
11:09
O Brasil encerrou nesta sexta-feira a sua participação no Mundial de Taekwondo...
26
Jun

Federação de Taekwondo muda nome para evitar problemas com sigla
16:37
Uma ma situação inusitada envolveu a Federação Internacional de Taekwondo. Nes...
Patrocinador
  • SulSport
  • Vai Voando Tour
  • Machine System
  • Esporte Fernando
  • Profix
  • Barbearia Rio Preto
Enquete
  •  
  • Estas desfiliações feitas pela CBTKD estão prejudicando os atletas?
  •  
  •