Destaques

Voltar para destaques

Brasiliense desafia estrela do taekwondo por uma vaga na Seleção Brasileira

Data da publicação 27/01/2012 - 00:00

Lá se vão 16 anos desde que o paulista Márcio Wenceslau assumiu o posto de atleta da Seleção Brasileira de Taekwondo. De lá para cá, foram duas medalhas pan-americanas conquistadas — uma prata no Rio, em 2007, e um bronze em Guadalajara, no ano passado — e uma participação nas Olimpíadas de Atenas. Hoje, aos 31 anos, Márcio luta no tapetão por uma vaga em Londres. Eleito pelo Comitê Olímpico Brasileiro como o melhor taekwondista do país nos dois últimos anos e sétimo colocado do ranking mundial da categoria até 58kg, ele está com seus dias contados vestindo um dobok verde-amarelo, no que depender do brasiliense Guilherme Dias.

Quando Márcio começou a lutar, em 1990, Guilherme nem era nascido. Os dois também nunca se enfrentaram, mas o brasiliense sabe que Márcio já ouviu falar dele. “Eu o conheço muito mais, né? Vejo vários vídeos na internet. Quando eu lembro de taekwondo, é nele que eu penso”, diz o fã, que neste fim de semana se transformará em adversário. “Ele já está há 16 anos lá e uma hora alguém vai tirá-lo. Já que ele tem que sair, que seja para eu entrar.”

Os dois lutadores se encontrarão na segunda fase da Seletiva Nacional Fechada, realizada em Aracaju, que escolherá os atletas para representar o Brasil nas competições deste ano da modalidade. Guilherme garantiu a chance de brigar com os grandes por ser o primeiro colocado do ranking brasileiro sub-21. Mas na disputa por uma das duas vagas nacionais estarão mais sete atletas.

Em dezembro, na primeira bateria de testes, os brasilienses Diego Azevedo, 20 anos, e Julliany Santos, 17, conquistaram vaga nos times das categorias até 80kg e até 49kg, respectivamente. Agora, quatro outras divisões de peso vão disputar entre os adultos: até 46kg e até 73kg no feminino (categorias de Kátia Arakaki e Natália Falavigna) e até 58kg e até 68kg no masculino (categorias de Márcio Wenceslau e Diogo Silva). As lutas só ocorrerão agora porque os atletas titulares estavam disputando os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara e vaga nas Olimpíadas — mas nem assim contarão com a presença de Natália e Diogo: os dois estão concentrados nos treinos para Londres.

Além das vagas da Seleção Adulta, estarão em jogo a classificação para a Seleção Júnior de todos os pesos. O objetivo é formar o time que vai disputar o Mundial de Taekwondo no Egito. Também está previsto um camping de treinamento de uma semana no Chile. E para esse grupo, só se classifica um atleta por peso. Nessa divisão, o DF será representado por outros cinco atletas: Bárbara Dias (até 63kg), Katielle Caixeta (até 68kg), Gabriel Alves (até 59kg), Melkzedek Santana (até 63kg) e Igor Laulsen (acima de 78kg).

Quem são eles (da esquerda para a direita)

Nome: Melkzedek Santana
Data de nascimento: 24/3/1995
Local: Teresina (PI)
Peso: 63kg
Altura: 1,72m
Categoria: júnior até 63kg
Principais conquistas em 2011: campeão brasileiro júnior e campeão da Copa do Brasil júnior

Nome: Gabriel Alves
Data de nascimento: 7/2/1995
Local: Brasília (DF)
Peso: 59kg
Altura: 1,65m
Categoria: júnior até 59kg
Principais conquistas em 2011: terceiro lugar na Copa do Brasil júnior

Nome: Bárbara Dias Novaes
Data de nascimento:
15/4/1996
Local: Brasília (DF)
Peso: 63kg
Altura: 1,75m
Categoria: júnior até 63kg
Principais conquistas em 2011: campeã do Brasil Open e vice-campeã brasileira júnior

Nome: Guilherme Dias
Data de nascimento: 27/7/1992
Local: Brasília (DF)
Peso: 58kg
Altura: 1,85m
Categoria: adulto até 58kg
Principais conquistas em 2011: campeão brasileiro sub-21, campeão da Copa do Brasil sub-21, vice-campeão brasileiro adulto

Nome: Igor Laulsen
Data de nascimento: 28/1/1995
Local: Brasília (DF)
Peso: 80kg
Altura: 1,88m
Categoria: júnior, acima de 78kg
Principais conquistas em 2011: campeão da Copa do Brasil Júnior, terceiro lugar no Campeonato Brasileiro, campeão da Seletiva para o Pan-Americano

Na busca por um convite
A Confederação Brasileira de Taekwondo entrou com um recurso para conseguir que o brasileiro Márcio Wenceslau participe dos Jogos Olímpicos de Londres por convite. A alegação é de que o atleta tenha sido prejudicado no Pré-Olímpico das Américas, disputado em novembro do ano passado, em Querétano, no México. Na ocasião, Márcio estava vencendo o mexicano Damián Villa por 4 x 0 na semifinal quando recebeu um chute rodado na cabeça (pontuação máxima do esporte), que, segundo ele, não entrou. A confederação acredita que o árbitro deveria ter usado o replay para validar a marcação, o que não ocorreu.

Trio de estrelas visita o Brasil
Os irmãos norte-americanos Steven, Jean e Diana Lopez, considerados as maiores estrelas do taekwondo mundial por acabarem com a hegemonia asiática no esporte, estão pela primeira vez juntos no Brasil. Eles vieram ministrar o Seminário Olímpico Internacional de Taekwondo em Aracaju, que servirá de aperfeiçoamento para os técnicos da modalidade.

A competição
Seletiva Nacional Fechada - segunda fase
Datas: amanhã e domingo
Horário: a partir das 8h
Local: Ginásio Constâncio Vieira — Aracaju, Sergipe

Voltar para destaques

Efetue o login para comentar.

Voltar para destaques

Notícias
11
Mar

Taekwondo, a luta estratégica que exige do corpo e da mente.
13:21
Em uma tradução literal, taekwondo significa "arte de lutar com os pés e ...
11
Mar

Taekwondo brasileiro busca vagas olímpicas na Costa Rica
13:10
Com geração promissora, taekwondo brasileiro busca vagas olímpicas na Costa Ri...
04
Set

ARPTKD agora no Instagram
11:54
Agora estamos no Instagram também! Siga @arptaekwondo e fique por dentro!
01
Jul

Brasil encerra o Mundial de Taekwondo sem medalhas pela 1ª vez desde 2011
11:09
O Brasil encerrou nesta sexta-feira a sua participação no Mundial de Taekwondo...
26
Jun

Federação de Taekwondo muda nome para evitar problemas com sigla
16:37
Uma ma situação inusitada envolveu a Federação Internacional de Taekwondo. Nes...
Patrocinador
  • SulSport
  • Vai Voando Tour
  • Machine System
  • Esporte Fernando
  • Profix
  • Barbearia Rio Preto
Enquete
  •  
  • Estas desfiliações feitas pela CBTKD estão prejudicando os atletas?
  •  
  •